Skol mostra representatividade ao abraçar a bandeira do respeito | unicos.cc

unicos

Skol redondo é sair do seu passado

Skol mostra representatividade ao abraçar a bandeira do respeito

Projeto conta com equipe formada por mulheres e traz novo olhar para a propaganda

Postado em 29 de março de 2017 por Maria Carolina Steques

No dia internacional da mulher, a Skol resolveu presentear as mulheres com algo mais importante do que flores e chocolates: a marca deu respeito. Com o lema “Redondo é Sair do Seu Passado” a Skol, junto com seis artistas brasileiras, refez posters antigos, tirando a mulher do papel de objeto e a colocando como consumidora do produto. “Isso não nos representa mais”, declarou a marca.

Há muitos anos as propagandas publicitárias mostram a mulher de uma forma pejorativa. “Durante muitos anos a categoria de cervejas, inclusive a Skol, objetificou a mulher em suas peças de comunicação. Uma atitude que não refletia mais o que acreditamos, nem posicionamento da marca, muito menos a sociedade”, declarou o diretor de criação da F/Nazca Saatchi & Saatchi, Theo Rocha.

Hoje em dia os movimentos feministas estão trazendo o emblema “lugar de mulher é onde ela quiser”, fazendo com que as pessoas se conscientizem sobre o assunto. “É importante nós mulheres feministas ocuparmos esses espaços que eram rodeados por homens e voltados para homens héteros. Agora as nossas vozes estão ocupando espaços”, declarou a ilustradora e design Carol Rossetti, que fez releituras dos posters da marca.

A Carol conta que a maior parte da equipe da propaganda era composta por mulheres, e que isso fez ela se sentir muito bem ali. “Para mim foi ótimo fazer parte desse projeto, me senti muito à vontade. Ter um grupo formado pela maioria das pessoas sendo mulheres, o trabalho acaba tendo muito mais representatividade”, relatou a artista.

Em seus trabalhos, Carol quis colocar a mulher como consumidora do produto, e não sendo a mercadoria ou a pessoa que serve a bebida. “Para fazer as pinturas eu me baseei em dois posters antigos da Skol. O primeiro era uma mulher de costas, recriei ela negra, tirando-a do papel de objeto e tomando a cerveja”, declarou a ilustradora.

Carol Rossetti

Antes e depois do poster da Carol Rossetti

A ilustradora Eva Uviedo, que fez posters para a propaganda, disse que trazer mulheres a equipe é muito importante, pois acaba dando um novo olhar para a situação. “Eu achei uma proposta muito interessante, o concerto de coisas que estão erradas. Achei muito legal a marca assumir os erros do passado, a comunicação antiga”, contou Eva.

As marcas de cerveja muitas vezes acabavam fazendo uma propaganda para chamar a atenção exclusivamente do homem. Na hora de criar as imagens, Eva não pensou nelas como uma propaganda de cerveja, mas sim em amigas saindo para se divertir. “Nos meus posters eu quis mostrar uma mulher alegre, solta, descontraída, feliz… A bebida seria o complemento alegre na roda de amigas”, declarou a ilustradora.

Eva Uviedo

Poster de Eva Uviedo

A Elisa Arruda desenvolveu há quatro anos a série “Essa é Você”, onde trabalha com ilustrações inspiradas no universo feminino. “Em relação aos posters da Skol achei muito legal tratar de algo que está errado e colocar a minha série para ajudar as mulheres e mostrar representatividade, foi muito bacana”, falou a ilustradora.

Quando a Skol procurou a Elisa para fazer os posters, ela hesitou, porém a forma honesta da marca ao mostrar que se arrependeu do passado e que realmente queria mudar, fez com que ela acabasse aceitando o convite.

“Nos meus posters eu quis criar a dualidade dos casais. Em um deles tem um casal hétero, um homem e uma mulher. No outro tem um casal de mulheres, mas não necessariamente sendo elas um casal de lésbicas, mas sim podendo ser uma mulher, e ela mesma se vendo”, declarou Elisa.

Elisa Arruda

Ilustração de Elisa Arruda

A Skol mostrou que está preocupada com as consumidoras a partir de vários projetos novos. “Além do ‘Reposter’, tivemos o ‘Apito de Respeito’ que distribuiu apitos para 60 mil mulheres se protegerem contra possíveis assédios, o apoio a parada LGBT de São Paulo e o filme ‘Estrada’”, declarou Theo.

A propaganda é o reflexo do comportamento da sociedade, e com essa campanha podemos ver que a sociedade está evoluindo. “A propaganda estava sendo tratada do mesmo jeito a muito tempo, estava na hora de mudar, pois elas acabam sendo a “comprovação” da realidade, e a realidade mudou”, falou Eva.

Para que todos participem da campanha “Redondo é sair do seu passado” a Skol possibilita que qualquer pessoa mande a sua arte para o site da marca. “A ideia é fazer com que as pessoas se envolvam com a proposta. Por isso, além das artistas, criamos um espaço no site onde é possível compartilhar a sua releitura do pôster e indicar bares e outros pontos de venda que eventualmente ainda tenham peças antigas, para que possam ser substituídas”, falou Theo.

Carol Rossetti.jpg

Ilustração da Carol Rossetti

 

 

Maria Carolina Steques

Maria Carolina Steques

Repórter Unicos


facebook-unicos twitter-unicos flickr-unicos youtube-unicos creative-unicos