Oportunidades internacionais em dezembro | unicos.cc

Oportunidades internacionais em dezembro

Bolsas e premiações estão entre as opções

Postado em 30 de novembro de 2016 por Natália Collor

Mobile Photography Awards

Até o dia 1° de dezembro, a Mobile Photography Awards recebe imagens que tenham sido tiradas com telefone ou tablet para a competição. Essa é uma boa chance para artistas e fotógrafos amadores participarem de exibições e galerias, além da possibilidade de poder vender as fotos.

São 20 categorias, e cada foto pode estar em duas delas. Confira no link todas as categorias e como se inscrever.

Viagem para documentário no Japão

Estão abertas até o dia 14 de dezembro as inscrições para concorrer a uma bolsa de viagem para a produção de um documentário no Japão. A oportunidade é oferecida pelo World Nomads e tem como mentor, durante a excursão, o fotógrafo de viagem Richard I’Anson. Além disso, o escolhido irá receber equipamentos da marca Kathmandu, no valor de US$ 750.

São 10 dias de viagem com todas as despesas pagas, inclusive o voo. Inscreva-se pelo link.

Bolsa de jornalismo em Nova York

O McGraw Center for Business Journalism, da Faculdade de Pós-Graduação de Jornalismo da City University de Nova York, está com inscrições abertas até o dia 15 de dezembro para um programa de bolsas de três meses na universidade. Os bolsistas trabalharão na cobertura de reportagens sobre negócios e economia global.

Podem se candidatar jornalistas formados com pelo menos cinco anos de experiência, sejam eles freelancer ou repórteres e editores de algum meio de comunicação. Os bolsistas receberão US$ 5.000 por mês.

São aceitas candidaturas para reportagens impressas ou de rádio. As inscrições podem ser realizadas pelo link.

Bolsa de jornalismo ambiental

A Earth Journalism Network (EJN), em parceria com a Arcadia Foundation, está com inscrições abertas até o dia 23 de dezembro para uma bolsa de capacitação. O foco é a cobertura de questões críticas de conservação ambiental e biodiversidade.

Serão US$ 30.000 em fundos divididos de forma igualitária entre três iniciativas. Os projetos que estão em regiões de alta biodiversidade do mundo, como a Amazônia, África Central e Sudeste Asiático, tem prioridade na hora da escolha da bolsa.

Os interessados podem se inscrever no link.

Natália Collor

Natália Collor

Repórter Unicos


facebook-unicos twitter-unicos flickr-unicos youtube-unicos creative-unicos