Boca de Rua vira documentário na web | unicos.cc

unicos

boca de rua

Boca de Rua vira documentário na web

Vídeo sobre o jornal estará disponível em canal do Youtube no próximo dia 6 de novembro

Postado em 24 de outubro de 2013 por Leonardo Vieceli

Tudo começou em 2011. Em um bar da Cidade Baixa, na Capital, o jornalista Marcelo Andrighetti passava a happy hour ao lado de sua namorada e de uma amiga. Em dado momento, avistou um vendedor do jornal Boca de Rua e resolveu comprar um exemplar. Ao conversar com o vendedor, descobriu que ele também atuava como jornalista do veículo impresso. “Os textos, muito bem escritos, eram crônicas do cotidiano. Naquela hora, eu estava sentado e falei para minha namorada: ‘Ah, isso rende um documentário’”, recorda Andrighetti.

Passados dois anos, a ideia saiu da gaveta. No próximo dia 06, Boca de Rua – Vozes de uma Gente Invisível será lançado em um canal do Youtube. Diretor e roteirista da atração, Marcelo destaca que o documentário, realizado por meio de edital do Rumos Itaú Cultural, tem 10 minutos de duração. “Vozes de uma Gente Invisível é o título da primeira capa da história do jornal”, explica o diretor.

Produzido e vendido por um grupo de moradores de rua coordenados pela ONG Alice (Agência da Livre Informação para Cidadania e Educação), o Boca de Rua é um veículo impresso que circula em Porto Alegre desde 2001. Pelo jornal, já passaram mais de 150 pessoas e cerca de 70 delas deixaram de morar nas ruas. O veículo serve como forma de comunicação a quem vive em situação de invisibilidade social.

Hoje com 24 anos, Andrighetti lembra que a realização do documentário foi um processo demorado. Antes das filmagens, o cineasta e a equipe necessitavam encontrar os moradores de rua para explicar como funcionariam as gravações. “Eles não queriam se sentir como produtos para um documentário. A grande intenção do vídeo é levantar o debate sobre a vida deles. Depois da estreia do documentário, a tendência é de que o debate aumente ainda mais”, afirma.

Segundo o diretor, as filmagens ocorreram entre janeiro e março deste ano. Para produzir o vídeo, a equipe acompanhou todo o processo de realização de uma edição do Boca de Rua, que possui periodicidade trimestral. “O documentário apresenta um outro lado da vida deles. Mostra que o projeto do jornal está ajudando os moradores de rua. É legal perceber que há moradores que têm conta em banco, que possuem perfis no Facebook. Um deles até se formou em Jornalismo”, analisa Andrighetti.

O cineasta lembra que, mesmo após a veiculação do documentário no Youtube, o “pacto” firmado entre equipe e moradores de rua continuará. O canal onde o vídeo será disponibilizado continuará no ar para apresentar outras iniciativas referentes ao Boca de Rua. “A ideia é levar as pessoas até o canal”, diz o diretor.

A produção de Boca de Rua – Vozes de uma Gente Invisível é dividida entre a carioca Boulevard Filmes e a gaúcha Bigode de Gato. Além de Marcelo, a equipe é formada por Letícia Friederich e Lourenço Sant’Ana (produção executiva), Calvin Furtado (direção de produção), Greg Kuhn (direção de fotografia), Alfredo Barros e Samuel Bovo (montagem), Max Laux (finalização) e Tiago Bello (desenho de som), da Gogó Conteúdo Sonoro.

Para ficar por dentro das novidades do documentário, acesse a fanpage e o blog.

boca de rua

Renda relativa à venda de jornais é revertida aos próprios moradores de rua (Foto: Divulgação/Making Of)

 

Foto de capa: Divulgação/Making Of

Leonardo Vieceli

Estagiário de Jornalismo


facebook-unicos twitter-unicos flickr-unicos youtube-unicos creative-unicos