Assessor da CBF vira notícia durante Copa | unicos.cc

unicos

Rodirgo Paiva

Assessor da CBF vira notícia durante Copa

Rodrigo Paiva recebeu punição da Fifa e rebateu pergunta de jornalista chileno em entrevista

Postado em 2 de julho de 2014 por Leonardo Vieceli

Na partida entre Brasil e Chile, no último sábado (28), o quadro emocional dos jogadores da Seleção Canarinho virou assunto entre imprensa e torcida. Antes das cobranças de pênaltis e após a vitória brasileira, lágrimas escorreram pelo rosto de alguns atletas. Entretanto, o ambiente criado com a Copa do Mundo também parece interferir na atividade de outros profissionais ligados à CBF. Na segunda-feira (30), o assessor de imprensa da entidade, Rodrigo Paiva, foi punido pela Fifa e não poderá trabalhar do próximo jogo da equipe.

O motivo da punição está relacionado ao desentendimento entre brasileiros e chilenos no intervalo da partida. De acordo com a Fifa, Paiva teria acertado um soco no atacante Pinilla. O jogador chileno, aliás, achou branda a medida e esbravejou no Twitter contra o jornalista brasileiro: “A Fifa não pode apoiar esse delinquente. Suárez (atacante do Uruguai) por uma mordida arrisca sua carreira. Um chefe de imprensa (é punido) por uma partida por um soco na cara, Fifa?”.

Twitter Pinilla

Jogador chileno criticou a punição (Foto: Reprodução/Twitter)

No site da CBF, Paiva publicou um comunicado que apresenta a sua visão sobre o episódio. “Respeito, como sempre respeitei, as decisões da Fifa. O caso está sendo investigado pelo Comitê Disciplinar da entidade, e o mesmo já tem à sua disposição provas da conduta reprovável por parte de membros da delegação chilena e que trarão luz à verdade dos fatos”, afirmou.

Antes da situação, o nome do assessor estampou as manchetes de portais de notícias devido a um atrito que ele teve com um jornalista chileno. Durante entrevista coletiva com o treinador Felipão e o zagueiro Thiago Silva, na última sexta-feira (27), um repórter perguntou sobre um suposto favorecimento da arbitragem em prol da Seleção Canarinho. Irritado, Paiva criticou a postura do jornalista e pediu mais respeito aos brasileiros. Acompanhe o caso no vídeo a seguir:

Egresso do curso de Jornalismo da Unisinos, Giovani Junior é assessor de imprensa do Esporte Clube Novo Hamburgo. Antes de trabalhar no Vale do Sinos, atuou por 10 meses no setor de Comunicação do Grêmio. Para Junior, ao interferir na entrevista coletiva, Paiva agiu de maneira correta. “Acredito que o Rodrigo tem o aval para falar em nome da CBF. Algumas questões dos repórteres são meio batidas. Achei que a pergunta do chileno foi tendenciosa”, comenta.

Sabrina Franzoni é professora de Assessoria de Imprensa da Unisinos e da Especialização em Jornalismo Esportivo da UFRGS. Segundo ela, para analisar a atitude de Paiva na entrevista coletiva, é preciso destacar três aspectos.

Primeiramente, Sabrina ressalta que o papel de um assessor é dar visibilidade às fontes – no caso da Seleção, aos jogadores e ao técnico – e não falar no lugar delas. Além disso, conforme a professora, o profissional deve garantir que os entrevistados não se comprometam com as suas declarações. Por fim, também lembra que Paiva atuou como porta-voz da CBF no episódio.

“Assessor de imprensa não fala em coletivas. Pode ser ruim quando ele vira protagonista. Mas não podemos ir contra a atitude do Rodrigo Paiva, desde que ele seja o porta-voz da CBF, que não o repreendeu. É uma questão complicada”, avalia a professora.

Dicas aos estudantes

Junior menciona alguns requisitos válidos ao aluno que deseja trabalhar como assessor na área esportiva. Segundo ele, é fundamental conhecer a atividade dos diferentes meios de comunicação. “Não adianta eu enviar releases para um jornal à noite, quando a edição do outro dia está em fase de fechamento”, exemplifica.

Sabrina relembra uma questão peculiar do Rio Grande do Sul. De acordo com a professora, antes de rumar para a área de assessoria esportiva, o estudante necessita analisar questões referentes à rivalidade Gre-Nal. “O assessor não pode ser apaixonado pelo seu clube e deve agir de maneira racional”, complementa Junior.

 

Foto de capa: Reprodução Sportv

Leonardo Vieceli

Estagiário de Jornalismo


facebook-unicos twitter-unicos flickr-unicos youtube-unicos creative-unicos